Filmes

Clique nas estrelas

Resultado 13 de 4.6 votos no total.

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro votar.

4.6
(13)

Vai Melhorar

SINOPSE DA OBRA 
Nos bastidores de uma campanha política para prefeito a apresentadora Luísa sofre com a difícil convivência entre os colegas de trabalho. É a última semana antes do primeiro turno e Luísa, longe de sua cidade e sua família, descobre um escândalo que pode comprometer toda a eleição. Agora ela precisa decidir não só o seu destino, mas o de uma cidade inteira.

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA 
Não recomendado para menores de doze anos

GÊNERO 
Ficção

FICHA TÉCNICA 

ELENCO: Cássia Damasceno, Henrique Fontes, Rogério Ferraz, Geraldo Maia, Rodrigo Bico, Enio Cavalcante, Giovanna Araújo, Débora Medeiros, Alessandra Augusta, Andreia Souza, Larissa Grazielly, Bruno Cortez, Robson Medeiros, Pedro Queiroga, Priscilla Vilela, Maria Gorette, Dinha Vítor, Alice Carvalho, Thulho Siqueira, Heitor Alves, Franklin Araujo, Walkir Campos e Quitéria Kelly.

ESCRITO E DIRIGIDO POR: Pedro Fiuza

PRODUZIDO POR: Pedro Fiuza

PRODUÇÃO EXECUTIVA: Mariana Hardi

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Kako Gomes

DIREÇÃO DE ARTE: Michele Dalpasqual

MONTAGEM: Aristeu Araújo

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Babi Baracho

CARTAZ/DESIGN GRÁFICO: Vítor Bezerra

SOM: Eduardo Pinheiro (Estúdios Megafone), Miguel Sampaio

DESENHO DE SOM E MIXAGEM: Luiz Lepchak

FOTOGRAFIA STILL: Rudá Almeida

EDIÇÃO MUSICAL: Luiz Lepchak

MÚSICA ORIGINAL: Ticiano D’Amore, Mateus Cardoso

FILMOGRAFIA DO DIRETOR 
Nasceu em Natal, em 1986. Estudou Rádio & TV na UFRN, onde especializou-se em Cinema. Dirige e roteiriza ficções, documentários e videoclipes. É sócio-fundador da Casa da Praia Filmes onde atua como produtor geral. Desempenha assistência de direção para cinema, publicidade e webséries e também dirigiu para publicidade, além de atualmente dirigir e criar dramaturgia audiovisual no teatro no Grupo Carmin. Fiuza assina a Dramaturgia Audiovisual dos espetáculos: Jacy(2013); Por Que Paris?(2015) e A Invenção do Nordeste (2017). Vai Melhorar é seu curta de estreia. 

Obras:
– “Ausência” (2016) (universitário)
– “Vai Melhorar” (2020)
– “Autômata” (2020)
– “Gente de Classe: Transparentes” (2020) (cena teatral online)
– “Gente de Classe: Desfocados” (2020) (cena teatral online)
– “Legítima Defesa” (2021) (inédito)

Siga nas redes socias