A Mostra de Cinema de Iguatu teve a sua primeira edição no final de 2009, quando o cinema cearense desabrochava de forma muito inspiradora, com um leque diverso de possibilidades narrativas. Nosso recorte sempre foi o cinema brasileiro, suas obras, artistas e profissionais. Existia e há o desejo de aproximar a tela do público através de conversas com realizadores, profissionais do audiovisual, debates, oficinas e workshops. A formação profissional sempre foi um dos pilares da Mostra, porque além de espectadores, acreditamos na possibilidade de criação, registro e memória.

Os desafios da continuidade do projeto sempre estiveram e estão presentes: levar cinema para uma cidade sem salas de cinema é desafiador, mas também é encantador! Muitas, foram as vezes que vimos pessoas indo ao “cinema” pela primeira vez: o encantamento, a emoção e a descoberta de universos novos, de identificação, de questionamentos. Manter o interesse do público, tornar o evento audiovisual em um dos mais relevantes do interior do Estado não é uma tarefa fácil, mas ela é carregada de particularidades que nos une e nos faz querer uma Mostra cada vez melhor, mais potente e diversa.

Passado mais de uma década, é gratificante poder compreender que a jornada da Mostra nesse tempo é de encontro, trocas e possibilidades. É cultural e social, cumprindo uma lacuna que o poder público muitas vezes não cumpre. Nos reinventamos muitas vezes, mas sem perder a essência do que acreditamos e sem desviar do caminho que a Mostra seguirá trilhando, que é o de aproximar narrativas, sejam elas ficcionais ou não, de trazer pessoas para perto, de construção, e claro, de muito amor ao cinema.

#MostraCineIguatu

A edição '21 começou. Acompanhe nas redes sociais.

Equipe

Quem faz a Mostra acontecer

Anderson Damasceno
Benjamim Aragão
Cesar Teixeira
Chris Garrido
Clara Bastos
Daniel Herculano
Déo Cardoso
Isabela Damas
João Gabriel Tréz
Kamilla Medeiros
Kamille Costa
Larissa Bello
Maíra Suspiro
Michelle Maciel
Mylla Fox
Pedro Diógenes
Sara Benvenuto
Sara Síntique
Tep Rodrigues